Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
11/04/19 às 15h21 - Atualizado em 11/04/19 às 15h21

Lacen começou a analisar amostras coletadas pela Agricultura

COMPARTILHAR

O Lacen passará a analisar produtos originários da área rural e da agropecuária. (Foto: Mariana Raphael/Saúde-DF)

 

Laboratório da Saúde verifica qualidade de alimentos e água da agropecuária

O Laboratório Central de Saúde Pública do Distrito Federal (Lacen) passou a fazer análises fisicoquímicas e microbiológicas de água e alimentos coletados pela Secretaria de Agricultura, Abastecimento e Desenvolvimento Rural (Seagri). A parceria foi firmada por meio da assinatura de uma portaria conjunta com a Secretaria de Saúde, publicada no Diário Oficial do DF desta quarta-feira (10).

 

“Em conversas com a Seagri, surgiu essa possibilidade de uma cooperação técnica, formalizada por meio da portaria”, destacou o diretor do Lacen, Jorge Chamon. Segundo ele, a demanda aumentará em cerca de 4%.

Para absorver as amostras, haverá cessão de dois servidores da Secretaria de Agricultura. “Nosso laboratório passou por reforma. Melhoramos a aquisição de insumos e, recentemente, conseguimos nomeações. Então, temos melhor capacidade para atender”, observa Jorge.

 

ORGÂNICOS – O Lacen já faz análises de alimentos em materiais recolhidos pela Diretoria de Vigilância Sanitária, porém, com foco em produtos industrializados. Agora, passará também a analisar produtos originários da área rural e da agropecuária, como, por exemplo, queijos vendidos em feiras orgânicas.

 

Durante todo o ano de 2018, foram feitos, aproximadamente, 25 mil ensaios envolvendo água e alimentos, sobre os aspectos microbiológicos e físico-químicos. “Com a parceria com Seagri, devemos ter um acréscimo de cerca de 1,5 mil ensaios”, calcula Chamon.

 

Alline Martins, da Agência Saúde