Governo do Distrito Federal
12/01/22 às 15h34 - Atualizado em 12/01/22 às 15h43

Seagri-DF e Prefeitura de Luziânia debatem parceria no Projeto Adote um Animal

 

Recebemos nesta terça (11), na Secretaria da Agricultura do Distrito Federal (Seagri-DF), o secretário de Agricultura de Luziânia, Everaldo Meireles Roriz, e o chefe de Gabinete, Luzmar da Costa, para tratar da parceria que se pretende firmar entre a Seagri-DF e a Prefeitura de Luziânia no contexto do Projeto Adote um Animal.

 

A Prefeitura de Luziânia manifestou interesse em fazer a adoção dos animais de grande porte disponíveis no Projeto, para os entregar a produtores rurais do município que tiverem condições adequadas para receber e cuidar desses animais. A parceria é viável dentro do Projeto, que permite que pessoas físicas ou jurídicas adotem animais de grande porte.

 

Os animais do Adote um Animal são aqueles recolhidos pela Seagri-DF soltos nas vias públicas do DF, e não reclamados pelos donos dentro do prazo legal. Trata-se, na sua grande maioria, de equinos (cavalos e mulas), que são abrigados no curral de apreensão de animais da Seagri-DF, recebendo cuidados de saúde e alimentação.

 

Segundo a subsecretária de Defesa Agropecuária da Seagri-DF, Danielle Araújo, a Prefeitura de Luziânia já possui um espaço para receber os animais e abrigá-los, até que os interessados os busquem. “A Seagri comprometeu-se a realizar o transporte dos animais até Luziânia, que foi o apoio solicitado dentro da parceria. E a Prefeitura de Luziânia comprometeu-se a realizar toda a logística local necessária para abrigo e distribuição dos animais entre os produtores rurais interessados”, afirmou Danielle Araújo.

 

A subsecretária da Seagri-DF destacou que o Projeto Adote um Animal é importante para a manutenção do equilíbrio entre entrada e saída de animais no curral de apreensão da Seagri-DF. “A capacidade de abrigo dos animais no curral da Seagri é limitada, e a manutenção dos animais por longo prazo nesse espaço representa um custo importante para o Estado. Por isso estamos buscando parcerias com o Entorno também, para aumentar o fluxo de doação dos animais”, esclareceu Danielle Araújo. “Além disso, é uma oportunidade para o animal ter um novo lar, e receber o carinho e os cuidados que precisa para o seu bem-estar”, completou.

 

Na oportunidade, o secretário de Agricultura, Candido Teles, apresentou também algumas experiências positivas desenvolvidas pela Seagri-DF, como as compras institucionais e o crédito fundiário, e colocou-se à disposição para o compartilhamento de experiências técnicas sobre essas iniciativas de sucesso.

 

 

Texto e fotos: Ascom Seagri-DF