Governo do Distrito Federal
19/04/22 às 9h07 - Atualizado em 19/04/22 às 9h30

Equipes da Seagri-DF realizam operações de fiscalização nas vias do DF

Continuamente, as equipes da Secretaria da Agricultura do Distrito Federal (Seagri-DF) vêm realizando operações de fiscalização do trânsito de produtos de origem animal, com o objetivo de frear a circulação de alimentos em desacordo com a legislação vigente nas vias e rodovias do Distrito Federal.

 

No primeiro trimestre deste ano foram realizadas ações em fevereiro e março, ambas com o apoio da Polícia Militar. “De forma geral as fiscalizações têm acontecido rotineiramente. Temos quatro equipes que trabalham vinte e quatro horas, e pela manhã geralmente fazem abordagens em cidades satélites, com o objetivo de reduzir o risco de entrada de produtos clandestinos no comércio, evitando que cheguem à mesa dos consumidores”, afirmou a gerente de Fiscalização do trânsito de produtos agropecuários da Seagri-DF, Denise Caldeira.

 

No total, cerca de 1,4 toneladas de produtos de origem animal foram retirados de circulação em 2022, entre queijos, pescados, miúdos bovinos, embutidos, carne suína e carne de frango. Na principal operação, de 24 de fevereiro, meia tonelada de queijo clandestino foi apreendida e encaminhada à câmara fria da Seagri-DF.

 

 

 

Para a diretora de Fiscalização de Trânsito da Seagri-DF, Fernanda Oliveira, as operações de fiscalização possuem papel fundamental, tanto para a economia quanto para a saúde. “As ações de combate aos produtos clandestinos são extremamente relevantes e necessárias, pois contribuem para evitar que doenças de grande impacto na economia e na saúde pública, como febre aftosa, brucelose, tuberculose, entre outras, sejam disseminadas por meio desses produtos”, afirma.