Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
30/05/19 às 20h44 - Atualizado em 30/05/19 às 21h42

GDF elabora plano estratégico para o centenário de Brasília

COMPARTILHAR

 

O Governo do Distrito Federal (GDF) lançou, nesta quinta-feira (30), no Memorial JK, o Plano Estratégico do Distrito Federal 2019-2060. O plano engloba um conjunto de iniciativas, metas e ações que projetam a cidade até o seu centenário. A meta é que o planejamento estratégico 2019-2060 seja consolidado como um Plano de Estado e não apenas de governo. Por isso, o GDF propôs ao Poder Legislativo a aprovação de uma Emenda à Lei Orgânica do DF que garanta a perenidade do plano estratégico, tornando-o referência obrigatória para a elaboração dos projetos orçamentários – Plano Plurianual (PPA), Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) e Lei Orçamentária Anual (LOA).

 

O governador Ibaneis Rocha, no documento em que comenta a perspectiva dos 100 anos da cidade, destacou a necessidade de melhoria dos serviços públicos a partir do oferecimento de serviços tecnológicos. “O conceito de cidade inteligente já vem sendo trabalhado. O cidadão terá todos os serviços públicos prestados de forma eficiente e ao alcance das mãos, por meio de aplicativos de telefone,” ”, diz um trecho da carta do governador.

 

Durante o evento, o vice-governador, Paco Britto, lembrou: “Brasília é uma cidade que busca evolução permanente”. O secretário de Fazenda, André Clemente, reforçou: “Vários países têm adotado um plano estratégico para alcançar metas de desenvolvimento sustentável. Grandes ações demandam visões futuristas, ações antecipadas. Tudo que fizermos nesse momento será sabendo para onde estamos indo”, disse Clemente.

 

Segundo o Secretário de Agricultura, Abastecimento e Desenvolvimento Rural do Distrito Federal, Dilson Resende, o Plano Estratégico é um instrumento que o governo tem para realizar suas ações e seus projetos de curto, médio e longo prazo. Ele ressaltou que, o prazo desse Plano Estratégico irá passar por diferentes governos e que, sem planejamento, fica impossível realizar grandes ações. “A cidade precisa ter assegurada que essas necessidades serão atendidas e pactuadas pelos próximos governantes de Brasília. Esse plano de 40 anos que o governo Ibaneis teve a ousadia de fazer, garante aos moradores de Brasília, que a cidade tenha um rumo e um objetivo”, destacou o secretário de Agricultura.

 

 

 

Com informações da AGÊNCIA BRASÍLIA.