Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
11/06/18 às 15h12 - Atualizado em 10/09/19 às 14h33

Eixão Agro promove interação entre produtores rurais e consumidores da cidade

COMPARTILHAR

Eixo Agro_2018_12O Eixão do lazer ganhou neste domingo (10) um toque verde. A busca pela qualidade de vida levou consumidores a saírem de casa para aproveitar a segunda edição do Eixão Agro, na altura das quadras 208/209. Mais de 50 produtores rurais do Distrito Federal e Entorno apresentaram e comercializaram seus produtos, como hortaliças tradicionais, orgânicos, flores, agroindustriais e artesanatos.

 

Com o objetivo de criar uma ponte entre os agricultores e a população urbana de Brasília, a Emater-DF organizou alguns produtores atendidos pela empresa para que pudessem participar do evento. “Essa é uma oportunidade que a área rural tem para escoar seus produtos e também de incentivar a produção associada ao turismo”, disse a gerente de Desenvolvimento Sócio Familiar da Emater-DF, Selma Tavares.

 

O produtor do núcleo rural Rajadinha I, Carlos Freiman, esteve no evento com uma mostra de sua produção de plantas ornamentais. Freiman participa do Circuito Rajadinha, projeto de turismo rural no DF, mas vê em eventos como este a possibilidade de aumentar sua cartela de clientes. “Para a gente está aqui é muito bom, pois gera mais visibilidade do nosso produto no mercado e nos coloca em contato com novas pessoas”, disse. Para o produtor, a Emater-DF é essencial neste processo. “Se não fosse a Emater, nós não estaríamos aqui apresentando nosso produto. A empresa sempre apoia e abre essas portas para a gente”, avalia.

 

Também pela primeira vez no evento e bastante animada, Claudete Payão, produtora rural do núcleo rural de Taquara, levou produtos de sua agroindústria, como polpa de pimenta malagueta, páprica picante e geleias de pimenta e cagaíta. “Fico muito feliz de poder apresentar para a população de Brasília meus produtos”.

 

Além da comercialização de frutas, verduras e hortaliças, o evento teve ainda distribuição de mudas e sementes pelo programa Reflorestar da Seagri-DF, demonstrações de novas tecnologias para o campo, do sistema de fossa biodigestora e do processo de produção do café orgânico, desde o cultivo até a bebida pronta para o consumo.

 

Apesar de pequeno em extensão, o Distrito Federal possui uma rica faixa de terra produtiva. No total, 70% do território do estado é composto por terras rurais. “Este evento nos permite mostrar para a cidade o que se faz no meio rural do Distrito Federal. Temos aqui uma área rural que gera empregos, renda e que tem uma produção muito diversificada de flores, hortaliças, frutas, grãos, agroindústrias, pecuária e outros. Além de tudo isso, a área rural tem também a função de conter o crescimento da cidade e de proteger o meio ambiente. Mostrar para cidade todo esse valor que o campo tem é agradável e importante”, destacou o presidente da Emater-DF, Roberto Carneiro.

 

O evento foi realizado pela Federação da Agricultura e Pecuária do Distrito Federal (Fape-DF) e Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar-DF), em parceria com a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater-DF), Secretaria de Agricultura, Abastecimento e Desenvolvimento Rural (Seagri-DF) e as Centrais de Abastecimento do Distrito Federal (Ceasa-DF).

 

Eixo Agro_2018_10

 

Eixo Agro_2018_7

 

Eixo Agro_2018_13

 

FONTE: EMATER